Cirurgia da A.T.M

A Disfunção da ATM (DTM) é o funcionamento anormal da articulação temporomandibular, ligamentos, músculos da mastigação, ossos maxilar-mandíbula, dentes e estruturas de suporte dentário. O tratamento conservador, sem cirurgia, em muitos casos é eficiente, mas em algumas situações as cirurgias são necessárias. Nossa clínica está preparada para oferecer os recursos mais efetivos no controle e tratamento das artropatias.

Sintomas mais comuns:

  • Dores de cabeça (frequentemente parecidas com enxaquecas), dores de ouvido, dor e pressão atrás dos olhos;
  • Um clique ou sensação de desencaixe ao abrir ou fechar a boca;
  • Dor ao bocejar, ao abrir muito a boca ou ao mastigar;
  • Mandíbulas que ficam presas, travam ou saem do lugar;
  • Flacidez dos músculos da mandíbula;

Brusca mudança no modo de encaixe dos dentes superiores e inferiores.

Processos autoimunes também podem afetar a ATM em idade precoce afetando o crescimento, gerando um padrão dolicocefálico (face longa), com severa retrusão mandibular e dificuldade respiratória, muitas vezes desenvolvendo apneia do sono. Nestes casos, a cirurgia ortognática isolada não é a solução, necessitando também de uma cirurgia articular concomitante.

Principais fatores relacionados como causas da DTM:

  • Trauma
  • Macrotrauma – direto ou indireto (acidentes de modo geral);
  • Microtrauma – provocado por traumas de pequena monta, realizados de maneira   repetitiva, como hábitos parafuncionais (bruxismo, apertamento dental, etc.)

 

Fatores Fisiopatológicos

  • Sistêmicos – doenças degenerativas, endócrinas, infecciosas, metabólicas, neoplásicas, neurológicas, vasculares e reumatológicas.
  • Locais – alteração na viscosidade do líquido sinovial, aumento da pressão intra-articular, estresse oxidativo, etc.
  • Genéticos – presença de haplotipos associados à sensibilidade dolorosa.
  • Psicossociais – ansiedade e depressão

Com ampla experiência, discussões de casos, treinamentos e estudos específicos, nossa equipe está preparada para oferecer com segurança os mais avançados recursos cirúrgicos e não cirúrgicos para o tratamento das DTMs.